quinta-feira, 26 de março de 2009

Curso de Formação de Agentes Culturais Populares na UFF

Os interessados devem inscrever-se até o dia 13 de abril. Entre 14 a 17 de abril serão feitas entrevistas com os selecionados e no dia 20de abril será divulgado o resultado final no blog. Lembramos que as aulas começam no dia 30 de abril e serão sempre às quintas-feiras, de 14 às 18h, com duração de 3 meses.

Inscrição e mais informações em: http://www.culturanauff.blogspot.com/

quarta-feira, 25 de março de 2009

Movimento Periférico – Artefeito estréia “Papo Reto”.


A ultima edição do Movimento Periférico contou com uma nova atração, o Papo reto, um momento de reflexão em meio as atrações artísticas produzidas pela periferia que rolam mensalmente no SESC Niterói.
Depois de dança de Rua com a turma da terceira Idade comandada por LucIano Motta e do batuque do Araribloco Giordana Moreira, da Artefeito, e Eliane Gomes, da Rede Bairros do Mundo que participam o CEASM e o Instituto Noos, bateram um papo com o publico sobre “O papel da mulher nos movimentos culturais”. A maioria de jovens e adolescentes teve a oportunidade de falar sobre a participação da minas nas artes periféricas. Essa nova atração do evento vai se repetir nas outras edições criando um espaço onde a galera pode abrir o verbo. O mestre de Cerimônias Tigrão continuou a festa com MC Marechal e Grilo comandados pelo DJ Bruno que sacou seu repertorio cheio de minas no rap. Ainda rolou graffiti ao vivo com Gene e Morga, veja as fotos no nosso flic.

Arte Jovem convoca


terça-feira, 17 de março de 2009

Primeiro Encontro de Chicas Peruanas!




Primeiro encontro de graffiti feminino do Peru em Lima que aconteceu no dia 8 de março com uma concocatória macissa de novas meninas com muinto talento nos muros e desejo de se expressarem livremente nesta sociedade patriarcal. O encontro foi um sucesso e seguiremos apoiando as meninas para o crescimento de nossa cultura.
vlw!!!

Mishap.PERU-LIMA 2009
http://www.youtube.com/watch?v=RUuUSWXc3MY

Mishap participou no Rio de Janeiro em 8 de março de 2008 do Segundo Encontro de Graffiteiras Cariocas pelo projeto Graffiteiras Pela Lei Maria da Penha com as meninas da Artefeito. A experiência adquirida neste momento foi multiplicada um ano depois em Lima.
Nós, meninas graffiteiras da Artefeito estamos muinto felizes que conseguimos alcançar um dos nossos objetivos das ações que é estimular a produção feminina consciênte no Graffiti, agora não só a nivel nacional como a nivel internacional!!!!

Beijos a Todos.
Anarkia.

sexta-feira, 13 de março de 2009

ARAKA - O QUE É?>>

























ARAKA - O QUE É?>> é um evento cutural de ponta: um multimix com artes plásticas, cineclubb (filmes, videos e fotografias ), música, poesia falada, performances e ...moda! Como evento cultural soa um tanto quanto austero para os tempos atuais, o evento se transforma em ...FESTA! O diferencial é o seguinte: artistas de vários segmentos são conectados e trazem consigo seus convidados para uma festa particular dentro da festa geral ... ou seja: ninguém vai lá para fazer um trabalho: vai para se divertir com os amigos numa festa coletiva, onde outros estão fazendo o mesmo ...By Tavinho Paes

Entre para a TEIA CULTURAL ARAKA , um agendao com o contato dos mais atuantes artistas da jovem cena carioca .
e ainda no blog , editais, saloes,oportunidades,bolsas....

segunda-feira, 9 de março de 2009

O Graffiti pela mulher e a Artefeito pela igualdade


A Artefeito aproveitou o Dia 08 de Março para apoiar a luta pela igualdade de gênero e, claro, produzir muitos graffitis. Começou no dia 07, sábado, na festa For Girls, na Boate NITD em Niterói que foi grafitada pelas meninas da Artefeito. Já no dia 08, domingo, a manifestação “Mulheres de PAZ” projeto do PRONASCI, na Praia de Copacabana reuniu personalidades para pedir menos violência para todos e todas. O graffiti de Injah e Erica simbolizou figuras femininas pedindo a paz. Logo depois no Turbilhão Hip-Hop Giordana Moreira apresentou a primeira grafiteira do Rio de Janeiro, Aila, em um bate papo sobre a historia da mulher no graffiti fluminense seguido de um show da parceira Bebel Du Guetto que agitou a galera da Quadra do SESC São Gonçalo. Durante todo o dia Anarkia produziu um painel sobre a opressão nos jardins do Museu da Republica enquanto personalidades como Shuma Schumaer faziam uma profunda reflexão à luz das pensadoras. Públicos diferentes puderam perceber a força da Artefeito, na reflexão dos graffitis com o apoio de Yuri Chamusca e Davi. O Jornal O Dia e O Fluminense lembraram o painel em homenagem a Lei Maria da Penha grafitado pela Grafiteiras pela lei Maria da Penha na Praça dos Direitos Humanos em Nova Iguaçu no ano passado. Enquanto no Dia da Mulher ofereciam-se tratamentos de beleza nós apoiamos iniciativas que envolvem a luta de mulheres por uma sociedade mais justa para todos, sem violência, pela igualdade e com muito graffiti e cultura Hip-Hop, assim como continuaremos a fazer durante o resto do ano. Em todas as atividades o que se mostrou foi o trabalho das mulheres, mas além de tudo em construir uma sociedade igual, onde a arte é pela arte e a mulher é pelo ser humano. Agradecimento aos parceiros do PRONASCI, Prioridade SG, Museu da República, Ira Maciel, Ana Paula Sciamarella, Fundição progresso, Fabio Ema, Amazonas de Niterói, Mulheres da Paz e todos aqueles que manifestaram apoio a nossa organização. Veja as fotos no flic do site da Artefeito.

Movimento Periferico dia 21 de março


quinta-feira, 5 de março de 2009

Artefeito no Dia Internacional da Mulher


· 05 de Março 10 horas – Lançamento da campanha “Eu Digo não à violência contra a mulher” - Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da ALERJ
Plenário da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, Palácio Tiradentes Rua 1º de Março – Centro Rio de Janeiro.

· 07 de Março 22 Horas - Festival "FOR GRRRRLS!" - Boate NIT D - Amazonas de Niterói
Rua Coronel Tamarindo, 35, Gragoatá, Niterói
Entrada até as 00 horas R$13,00 /após R$ 15,00 / lista amiga R$ 8,00 – listapromoção.nitd@globomail.com
Todos são bem vindos, mas elas é que mandam. DJS Bia Trixx, Ale Sound, Karine, Dri Toscano, Ana Bauzer, Kyka, VJs, malabaristas, tatuadoras e bodypiercings.
A Artefeito faz graffiti ao vivo com as grafiteiras Injah e Anarkia.

· 08 de março – 10 h Mulheres da Paz
Praia de Copacabana – caminhada do Leme ao Posto 05.
Graffiti ao vivo com grafiteiras da Artefeito na presença de personalidades que lutam pelos Direitos das Mulheres.

· 08 de Março – 14 às 17 horas – Turbilhão Hip-Hop - SESC São Gonçalo
Av presidente Kennedy 755 – São Gonçalo - Entrada Franca
No Dia Internacional da Mulher a Artefeito participa do evento com um bate papo mediado por Giordana Moreira com a primeira grafiteira fluminense na terra do graffiti, Aila, ainda show da Bebel Du Guettu e a banda residente Prioridade SG.

· 08 de Março – Cidadania em Debate – Museu da Republica
Rua do Catete 153, Catete, Rio de Janeiro - Entrada Franca
Que diferença a mulher do homem tem? As Leis e o Lugar da mulher na cultura brasileira. A partir das 14 horas filme, performances, debate com Schuma Schumaher, Eliane Potiguara e Mirian Goldenberg.
Graffiti ao vivo com a grafiteira e coordenadora de arte da Artefeito Anarkia.

· 09 de março - Diploma Mulher-Cidadã Leolinda de Figueiredo Daltro
Palácio Tiradentes - Rua Primeiro de Março, s/nº - Praça XV
As homenageadas da 6ª Edição do Diploma Mulher-Cidadã Leolinda de Figueiredo Daltro são:
Aglaete Nunes Martins (Rio de Janeiro), Elenice Silva (Belford Roxo), Estelina Maxima Bispo (São Gonçalo), Inês Maria das Graças Gomes Silva (Volta Redonda), Jorcinete da Gloria Nascomento Arnaud (Cachoeiras de Macacu), Leda de Souza Fonseca (Barra Mansa), Margarida Estela Mendes do Nascimento (Campos), Rogeria Peixinho(Rio de Janeiro), Rosalia de Oliveira Lemos (Niterói) e Yone Lindgren (Rio e Janeiro).